Antes de lanar sua nova campanha ou promoo, pense nisto


Em nosso pas vivemos uma nova era, onde nossas leis protegem muito os direitos individuais de todos os cidados. Nesta trilha vem a defesa do consumidor que foi criada para garantir os direitos e a justia para as pessoas comuns frente as inescrupulosas empresas que enganavam e ludibriavam o indefeso consumidor.Esta linha de raciocnio ganhou adeptos e arrebanhou a simpatia de diversos formadores de opinio, levando inclusive a discusso da chamada tica empresarial, e etc..Mas neste inicio do sculo XXI estamos vivendo uma realidade que no foi imaginada e que normalmente ignorada ou tratada como irreal ou praticamente inexistente.Alguns consumidores deixaram de ser ticos e isto custa muito s pequenas e medias empresas. As grandes empresas como sempre tm uma melhor condio de se defenderem desta situao, mas as pequenas e medias empresas, com menos recursos so vitimas dirias destes maus consumidores.Pessoas to desesperadas para levar vantagem sobre os outros que prejudicam as pequenas e medias empresas em nome de vantagens as quais se acham merecedores sem se preocupar com o custo moral das fraudes que empregam diariamente.Recentemente tive contato com a equipe de vendas de uma concessionria de veculos que anunciou uma promoo onde batia as propostas feitas pela concorrncia. Com base nesta campanha um cliente visitou um concorrente e pediu a um dos vendedores que o atendeu que anotasse em seu carto de visitas o preo de um veculo em que havia ficado interessado.De posse deste carto o suposto cliente imitou a letra do vendedor e escreveu condies de negociao que nunca foram discutidas e foi concessionria com a campanha e esta teve que bancar uma condio totalmente fora dos padres daquela determinada marca amargando um prejuzo de mais de cinco mil Reais.Estes maus consumidores assustam as pequenas e medias empresas com suas prticas abusivas, antiticas, imorais e ilegais, mas normalmente eles se escondem atrs de brechas interpretativas do cdigo de defesa do consumidor e representam um grande nus que a as empresas precisam prever, pois impactam nos custos e foram as empresas a se precaverem.Algumas pessoas no acreditam que existam este tipo de consumidor, ou que isto s acontece com as faixas de baixa renda, mas em uma rede de restaurantes de alto padro eu vi uma empresa ser processada por que o gerente de uma praa no quis deixar o cliente sair sem pagar, a alegao do cliente ao chegar a conta foi A carne que eu pedi estava muito dura e no estava no ponto que eu pedi! . Como uma pessoa come um prato inteiro num restaurante e ao chegar a conta se acha no direito de reclamar e querer no pagar? Acredito que se o produto ou servio no estiver de acordo com o contratado o consumidor deva reclamar e solicitar sua imediata substituio, mas solicitar sua substituio aps o total consumo?E esta realidade vivida diariamente pelas reas de marketing, seja atravs da rea de promoes que virou um grande cliente interno do departamento jurdico, seja pela rea de comunicao que esta na fila do jurdico logo atrs. E isto aumenta os custos para as empresas que o repassam imediatamente aos consumidores.Assim atualmente ao planejarmos uma nova promoo ou campanha de comunicao devemos consultar sempre um advogado sensato, pois dependendo de quem fizer estas revises nunca mais faremos aes promocionais nem campanhas de propaganda.




Voltar para o site
Antes de lançar sua nova campanha ou promoção, pense nisto' width=0 height=0> ..